Introdução ao Steampunk

Bom, vou dar uma “pincelada” sobre o que é o SteamPunk, já que ainda estou “engatinhando” neste universo, e depois dar maior enfoque na dança.

Vamos lá?




SteamPunk é um sub-gênero de ficção científica, cujo termo foi “rotulado”  na década de 80, quando alguns autores da época procuravam uma maneira de traduzir e identificar o mesmo. Porém, a literatura neste estilo é bem mais antiga do que sua catalogação, com autores consagrados, como por exemplo, Julio Verne (1828-1905) e H. G. Wells (1866-1946), cujas estórias servem de inspiração até hoje!

Em um primeiro contato, ou em uma primeira impressão com este universo, encontram-se personagens retratadas no século XIX, na Europa, no auge da riqueza e exuberância da Era Vitoriana. O grande diferencial nisso tudo é o avanço tecnológico para a época em questão! Engenhocas, armas, robôs e mecanarias que funcionam graças a tecnologia à vapor; e tão diversos acessórios “ malucos” se mesclando ao visual elegante e rebuscado da época de forma a se combinarem tão harmoniosamente como se fossem “feitos um para o outro”, contribuindo para que tudo aquilo se pareça real e faça algum sentido. Mas não para por ai. O SteamPunk em si seria como um universo paralelo onde todas as épocas podem ser retratadas de forma steam com influência vitoriana. Isso, por si só, enriquece bastante esse movimento que vem crescendo em nosso país. Além do estilo inglês, os brasileiros costumam misturar culturas locais, enriquecendo mais ainda esse novo estilo com cara de antigo, daí o retrofuturismo.

Talvez por causa do seu visual extravagante e sua ambientação retrofuturista, diversas tribos urbanas, como góticos, punks, etc, se identifiquem com ele, já que similar a esse “estilo”, confrontam a realidade e chocam os nossos conceitos e lógicas. Pois é um “mundo” onde podemos nos expressar com toda nossa imaginação e criatividade.

Assim, o que começou como apenas idéias em livros com o amarelar das traças, tomou forma e suas cores de sépia invadiram RPG’s, games, filmes, músicas, danças(\o/), animes, grifes e tudo o que puder imaginar! E agora, não só envolvidos pelos enlaces vitorianos, mas em várias outras épocas, retratadas de maneira totalmente alternativa diferenciando da original Era Vitoriana! Não só se restringindo a Europa, mas o planeta como um todo e, porque não, a galáxia inteira? ;) Visuais não só vitorianos, mas medievais, asiáticos e até podendo ser retratados nas Américas! Uma infinidade de possibilidades para viajarmos, tornando esta fantasia em realidade para o nosso próprio ser.


Steamplays de etnias diferentes:























   




 












Airship:

     



      




  Acessórios, engenhocas,armas,etc:



    



Curiosos:

  
  





 Games(Personagens):
[Final Fantasy]








[Chrono Trigger]



[Wild Arms]




[Sparkester]


[Warhammer]



 [Monster Hunter]







Filmes, desenhos, animações,animes:





A Máquina do Tempo

O Cavaleiro Sem Cabeça

Van Helsing

A Liga Extraordinária

Hellboy II

A Bússola de Ouro

As Loucas Aventuras de James West



Sucker Punch



9 - A Salvação




Atlantis - O Reino Perdido


O Planeta do Tesouro

Chrono Crusade





Fullmetal Alchemist
Para saber mais sobre SteamPunk, acesse:

Bom, depois dessa descrição, vamos nos voltar a dança...

Post pré-requisito para o  Steampunk Bellydance pt1 e Steampunk Bellydance pt2
(Dividi o post em três partes devido ao tamanho extenso)

Comentários
6 Comentários

6 comentários:

  1. Ficou 10!!! ... Tem um filme que adoro e vi zilhões de vezes .. "A bússola de ouro" vc vai amar!! .... Bety Damballah

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Bety!^^ Que bom que gostou!!

      Siiim! Eu vi esse filme! É lindo *.* Queria que tivessem feito as outras continuações T_T Eu assisti quando vc publicou um video com o trailer...eu acho...em alguma comunidade(acho que a do Damballah mesmo) Eu realmente esqueci de colocá-lo na lista acima xD

      Excluir
  2. Eu ia justamente citar A Bússola de Ouro. O filme é ótimo, mas recomendo o livro e suas continuações "A Faca Sutil" e "A Luneta Âmbar". São ótimos :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada^^ Vou ver se consigo encontrar os livros para ler! Fiquei muito curiosa quando assisti ao filme.

      Excluir
  3. Coloquei a "Bússola de Ouro" no post =)

    ResponderExcluir
  4. na verdade, os autores antigos tipo HG Wells e Júlio Verne q vc postou, não são autores Steampunk, suas obras influenciaram o que na década de 80 se chamou de literatura steampull ou melhor Steampunk, que nada mais é q um subgênero da literatura cyberpunk.
    E outra coisa, só de vc misturar uma tecnologia bastante avançada( q seria a tecnologia de hj) em uma era como a vitoriana, encontramos o retrofuturismo, éuma fusão do antigo com o q é novo, inovador.
    Nem sempre podemos misturar outras épocas no steampunk, salvo se no século XIX certos lugares ainda mantinham uma cultura posterior a época, como acontece em alguns países, q estudando a fundo vc encontra até medievalismo. Mas não quer dizer q no steampunk vc pode misturar coisas de outras épocas, até pq pode ser q vc acabe fazendo algo meio diesel punk ou nada a ve.
    Gostei muito do teu blog e por vc ter postado sobre um assunto desconhecido pra galera aqui XD meus Parabéns !!
    Não tive tempo de comentar antes, pq a vida de uma estudante não é fácil, ainda mais em época q vc tem q caçar estágio >.<

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...