Clique na imagem acima para mais informações! Votação até de 25 de fevereiro!

[Resenhando- SP] 1º Congresso Tribal Sul-Americano - Show de Gala

por Melissa Souza




Sob direção de Rebeca Piñeiro, idealizadora da Cia. Campo das Tribos, cujo festival acontece a sete anos consecutivos, o 1º Congresso Tribal Sul-Americano contou com mais de 30 horas de workshops e palestras, expositores, show e mostras de dança tribal ao longo de quatro dias de evento (21 a 24 de abril), sediado na Associação Aichi do Brasil, em Liberdade, bairro turístico de São Paulo que abriga a maior comunidade japonesa do país.

Bailarinos de diferentes modalidades da dança tribal marcaram presença com workshops, palestras e apresentações em suas especialidades, tornando o evento diversificado e incansável, como a própria Rebeca coloca: “diversidade e respeito são nossas palavras de honra para que o 1º Congresso Tribal Sul-Americano mostre ao mundo a força que a dança tribal vem ganhando cada vez mais na América do Sul”.



Como expectadora do Show de Gala, fico muito feliz em dizer que o evento me surpreendeu em todos os pontos. Inesperado, inusitado, a programação fugiu do lugar-comum, que é o diferencial dos eventos Tribais e o motivo de ser tão fácil de se apaixonar por esta contracultura. Valor acessível, boa localização e bom atendimento são algumas das fortes qualidades do serviço prestado. Não tenho do que reclamar da organização!

O show foi dividido em dois blocos, sendo o primeiro uma mostra de danças folclóricas e populares, valorizando a especialidade de cada bailarino – um dos grandes propósitos do evento; e o segundo uma grande roda de dança tribal, suas vertentes e fusões, intercalando grupos e solistas com apresentações curtas de, em média, 2 a 3 minutos, e finalizando com música ao vivo, deixando aquele gostinho de quero mais! O gostoso é que deu para prestigiar todos os profissionais que integraram o evento sem alongar a noite (apesar de que, se pudéssemos, teríamos varado a noite sem problemas, não é mesmo?).

A escolha do espaço foi ótima, havia uma área externa para não precisarmos sair na rua e o evento ofereceu estacionamento no local, tudo para garantir a segurança dos presentes. No salão, as cadeiras foram arranjadas em duas fileiras frente ao palco, com os expositores ao redor e o comércio de comidas e bebidas no fundo. O palco contou com iluminação, efeito de fumaça e um telão ao fundo que tornou o show ainda mais gracioso. Entre os expositores era possível comprar trajes e acessórios para aulas e apresentações, roupas para o dia a dia (incluindo a camiseta do evento), revistas e DVD’s.

Rebeca Piñeiro abriu o primeiro bloco com um solo tribal, seguida de Barbara Francesquine e sua performance com bambolês; Jonathan Lanna e a arte da Dança do Ventre; Gabrielle Huang com um número de ballet; Raphaella de La Fuente arrasando no dubstep; Luy Romero fazendo a vez da Dança Indiana; Guigo Alves e toda sua sensualidade e, por fim, Karina Leiro e a expressividade do Flamenco, com destaque para o sapateado.

Após meia hora de intervalo – tempo suficiente para tomar um ar fresco, ir ao banheiro, fazer uma boquinha, comprar mais alguma coisinha, o segundo bloco teve início. A princípio, o público ficou um tanto receoso de que o show seria muito longo, todavia a ideia das apresentações curtas tornaram o show dinâmico sem deixar a noite extensa.



A programação contou bailarinos de toda a América do Sul e foi encerrada com o grupo Pashimina Tribal dançando sob música ao vivo pela cantora Luana Vilk, seguida do solo de derbak com o percussionista Pedro Françolin. Particularmente, senti falta da presença das meninas do Shaman’s Tribal, mas ganhei a noite com a participação de Joline Andrade. Entre os artistas estrangeiros, tivemos Marisú Parada e Alondra Machuca do Chile, a colombiana Laura Gutierrez e as argentinas Luisana, Florencia Benitez, Long Nu e Alba Marina.

Confira a programação completa:

1º Bloco
Rebeca Piñeiro (SP)
Barbaba Francesquine (SP)
Jonathan Lanna (MG)
Gabrielle Huang (SP)
Raphaela de La Fuente (EUA)
Luy Romero (PRY)
Guigo Alves (SP)
Karina Leiro (BA)

2º Bloco
Thalita Menezes, Surrendra e Annamaria (MG)
Nadja El Balady (RJ)
Marcelo Justino (SP)
Bia Vasconselos (BA)
Mariana Esther (SP), Natália Espinosa (SP), Cintia Vilanova (SC), Carla Brasil (SP) e Aline Muhana (RJ)
Gabriela Miranda (RS)
Samra Hanan (SP)
Mariana Maia, Fairuza e Lilian Kawatoko (SP)
Marisú Parada (CHL)
Mariana Quadros (SP)
Rhada Naschpitz (RJ)
Guigo Alves (SP)
Joline Andrade (BA)
Laura Gutierrez (COL)
Alondra Machuca (CHIL)
Luisana, Florencia Benitez, Long Nu e Alba Marina (ARG)
Rebeca Piñeiro, Samra Hanan, Elis Borgers e Keila Andreozzi (SP)

Participação especial
Luana Vilk
Pedro Françolin

Ficha Técnica:
Direção, concepção e roteiro: Rebeca Piñeiro
Projeto de Luz e Som: Life e Produções
Produção: Rebeca Piñeiro e Sandro Quirino
Filmagem: Huang Produções
Fotos: Adelita Chohfi


Todas as apresentações foram filmadas e disponibilizadas no canal do YouTube da CIA Campo das Tribos (clique aqui para assistir)!





Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...